Instruções Técnicas para Exploração Florestal de Impacto Reduzido – Parte I

Rio Curisevo, MT

Olá caros colegas engenheiros (as) florestais de todo Brasil…

Apartir de hoje o blog estará apresentando uma série de instruções técnicas para Exploração Florestal de  Impacto  Reduzido voltado para Floresta Nativa, especificamente para Floresta Amazônica.

Bom como engenheiros florestais, sabemos que tudo antes de ser executado dever ser previamente planejado, então a palavra chave aqui para o sucesso em uma Exploração de Impacto Reduzido  é PLANEJAMENTO.

Então podemos estruturar as Atividades do Manejo Florestal da seguinte forma:

Apresentação1

Podemos definir o manejo florestal como aplicação de métodos empresariais e técnicas na operação  de uma propriedade florestal, ou seja de forma geral é a administração da floresta visando obter benefícios econômicos, sociais e ambientais.

No Macro-planejamento  iremos definir as áreas aptas para o manejo florestal, quantificar o potencial madeireiro da área, verificar a viabilidade econômica do empreendimento, delimitar e definir a UPA (Unidade de Produção Anual), dimensionar e definir as infra-estruturas gerais. É no macro-planejamento que são definidas as estratégias da Exploração Florestal, e bem como a quantificação dos recursos humanos.

Micro-planejamento

No micro-planejamento é onde serão viabilizadas as atividades anuais para o projeto, é realizado na UPA e nas UT’s (Unidade de Trabalho). Atividades a serem Executadas:

  • Atividades Pré-exploratórias;
  • Atividades Exploratórias;
  • Atividades Pós-Exploratórias.

A Exploração florestal de Impacto Reduzido difere da exploração convencional, pois na convencional não há planejamento e causa danos enormes a floresta.

Na exploração de impacto reduzido é realizado todo um planejamento e definida estratégias que se adequam a diferentes situações que ocorrem em campo, estão enquadrados nos princípios do manejo florestal sustentável.

Para finalizar, o PLANEJAMENTO é de grande relevância para o êxito da obtenção do recurso madeiro de forma sustentável. Na parte II  da série de instruções técnicas para Exploração de  Impacto  Reduzido voltado para Floresta Nativa iremos abordar as Atividades Pré –Exploratórias. Obrigado.

Perfil

Rafael Pedroso –  Consultor Florestal na área de Manejo Florestal Sustentável no Estado do Pará – CREA 16943/AM-Visto/PA 14.399-V

E-mail: rafaelcostapedroso@gmail.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s